Instrumento de Marcação de Abdominoplastia

A abdominoplastia, um dos procedimentos de cirurgia plástica mais comuns no Brasil, ficou em quarto lugar no ranking mundial, segundo dados da International Society of Aesthetic Plastic Surgery.

Diversas técnicas cirúrgicas visam restaurar o contorno abdominal. A indicação da técnica utilizada deve visar a melhoria da deformidade individual presente no abdome.

A marcação da abdominoplastia se faz por meio de régua, transferidor, compasso, fio de náilon, palito, canetas e/ou azul de metileno, de acordo com a preferência do cirurgião.

O objetivo é produzir um instrumento cirúrgico com a finalidade de otimizar o tempo de marcação no procedimento de abdominoplastia.

Métodos: O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa, foram desenvolvidos desenhos gráficos para identificar cada uma das partes do instrumento, foi realizada a busca de anterioridade e, posteriormente, realizado o pedido de patente.

Resultados: Foi desenvolvido um instrumento para marcação da abdominoplastia, que configura uma régua horizontal que recepciona uma régua vertical no seu ponto médio e duas réguas pivotantes com transferidor basal, todas essas peças milimetradas e com vazado central, que permitem o risco nessa região com o azul de metileno ou caneta afim e, por conseguinte, a marcação do procedimento de abdominoplastia. Além disso, também funciona como compasso e de cujas laterais derivam réguas pivotantes com transferidor de grau basal.

Conclusão: O instrumento desse estudo foi criado para minimizar a quantidade de material utilizado e otimizar o tempo da marcação da abdominoplastia.

Descritores: Abdominoplastia; Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos; Patentes como assunto; Abdome; Inovação.

Leia o artigo completo, clique aqui! 

Original Article - Year 2018 - Volume 33 - Issue 4
SABINA APARECIDA ALVAREZ DE PAIVA1,*; HEITOR CARVALHO GOMES1; DENISE NICODEMO1; ELVIO BUENO GARCIA1; PAULO RODAMILANS SANJUAN1; PATRÍCIA PIMENTEL PIZZARO2; OSVALDO RIBEIRO SALDANHA3; LYDIA MASSAKO FERREIRA1